domingo, 7 de dezembro de 2014

A morte veio me visitar.... mas não era chegada minha hora! Graças a Deus!

Olá para todos (as)!


E chega um dia em que o susto da morte de visita. Dia 3 passado eu tive uma forte convulsão pela primeira vez na vida, foi um quadro terrível segundo conta minha filha. Se não fosse Deus ter dado uma agilidade para minha pequena filha não sei o que teria sido de mim.
Quando voltei em mim na sala estava os homens do resgate meu marido minha filha e filho chorando... gente dai depois... bem depois eu pensei. NUNCA MAIS eu engulo sapo.

Meu marido coitado estava no serviço, parecia que tudo transcorria bem naquele dia. E minha mãe resolve mexer comigo novamente. Mas gente, minha educação não permite que eu sequer erga a voz com ela. Então são 1 ano e 9 meses aguentando a personalidade impossível dela + a depressão que ela não quer cuidar.
Dai uma hora vem o piri paque. Dai a pergunta, e se eu morro?

Gente não estou fazendo drama, isso poderia ter acontecido sim. O segundo marido dela foi assim ele teve uma convulsão seguida de um derrame para não voltar nunca mais.

Então a partir daquele dia resolvi que CHEGA.... BASTA.... isso serve para qualquer pessoa que nos afronta, temos que ser educados sim. Para mandar calar a boca ou cuidar da própria vida não precisa ser aos berros, da para fazer isso na maior elegância. Ou para outros casos.... tem alguns lugares para mandar.

As pessoas não mudam.... nós é que temos que mudar! Só assim enxergaremos o mundo um pouco melhor!
Abraços a todos e uma semana cheia de otimismo e prosperidade.
Estou aqui... Firme e Forte graças a Deus que tudo pode na minha e na nossa vida!







8 comentários:

Rô(QuerendoeAprendendo) disse...

Quando não colocamos pra fora uma hora a coisa explode, se cuida amiga você tem uma família que precisa muito de você, eu também estou aprendendo que não podemos abraçar o mundo, beijos

Anete disse...

Lucélia, se entendi bem vc teve um mal-estar e agora está ótima! Graças a Deus!
Uma boa semana p vc ... Muita paz e saúde p toda família...

Cristiane Fonseca disse...

Imagina Lu... se é tão dificil a gente mudar.. imagina nós mudarmos alguém? E quando a gente muda, tudo muda ao nosso redor. Vc disse uma coisa certa, há sempre uma forma elegante de colocar alguém em seu devido lugar, porém, muitas vezes nos falta paciencia e disposição para isso. Acho que muitas vezes não aceitamos o jeito das pessoas, se sua mae esta em depressão e não quer se cuidar, cabe a vc, uma pessoa mais em paz, aceitar e ter disposição para cuidar dela.

Gratidão por ela ter dado a luz a vc...

Não é facil.. sei que nao eh... mas treino é treino.. gratidão é gratidão.. e Fé é Fé...
Acho que tratar os pais de forma amorosa, é o mínimo que podemos fazer para retribuir tudo que fizeram por nós quando criança...

Uma hora eles precisam receber esse amor de volta....
Acredito que seja um treino difícil mas que trará muita felicidade a familia, pois familia é a base de tudo.

desculpe amada... mas te adoro.. e por isso escrevi dessa forma...
beijos e boa semana!!!

Carla Renata Galassi disse...

putz que susto.. assim.. eu não engulo nada de ninguem.. pode ser parente mais velho.. vizinho.. amigo.. pode ser até o padre.. do jeito ke vem volta..rs.. bjokas lindeza e se cuida.. sucesso sempre

Lucélia Pantojo disse...

Verdade amiga, obrigada pelo carinho e a compreensão! Beijos mil!

Lucélia Pantojo disse...

Sim Cris, concordo e sou assim por isso quase morri. Jamais gritaria ou agiria de forma grossa com ela. Por isso me entupo de remédio mas remédio não faz milagre e por isso aconteceu isso. Mas amo minha mãe, por isso calada eu sofro. por respeito.
Beijos querida!

Lucélia Pantojo disse...

É.... foi um mal estar do tipo vi "ELA" acenando pra mim... só que não rsrsrsr graças a Deus!
Beijos

Lucélia Pantojo disse...

verdade minha querida... verdade, dai a gente morre os outros ficam curtindo e ainda falam....(nossa mas era tão nova o que será que deu?) né!
Beijos flor