domingo, 10 de janeiro de 2016

Papo de mulher; Depressão, Remédios, Dinheiro e Resultado

Primeiro quero desejar a todos um feliz 2016
Que possamos tornar possíveis e realizar todos os nossos desejos ou boa parte deles!

DEPRESÃO

A muito tempo venho tomando medicamentos e passando com minha médica regularmente. Mas infelizmente em setembro minha mãe veio a falecer e meu quadro piorou bastante.
O que prova que o medicamento é importante no tratamento é fato de eu estar aqui escrevendo no meu blog. Um cantinho que gosto muito mas estava afastada devido a saúde da minha mãe.

Mas A PERGUNTA QUE FAÇO:

O que fazer quando você começa a sentir uma tristeza profunda quando sai da farmácia com a sacolinha cheia de remédios e mais quase R$300,00 a menos na sua conta que ficou na farmácia? Isso a cada 30 dias.

Estou tendo dificuldade de coordenação motora no braço esquerdo, tenho percebido que estou errando muito as palavras e, modéstia parte sempre fui muito bem em português.
Ontem eu não sabia se salto alto era com L ou U perguntei pro meu marido depois de um curto silêncio minha filha respondeu: com L mãe.

Dia 15 de janeiro é dia de consulta, vou pedir á dra que diminua o medicamento, estou bem, dormindo bem, o choro e tristeza estão mais controlados. Como a médica disse não tem cura para o luto, a dor e a tristeza pode passar anos, um dia que eu estiver mais sensível eu posso chorar e sentir como se tivesse sido ontem.

Mas tenho um medo terrível a ponto de me assombrar só de pensar em ficar sem os remédios.
Não sei o que fazer, as vezes penso que esse dinheiro eu poderia investir na minha saúde de outra forma.

Um abraço e uma ótima semana a todos!

2 comentários:

Dária Vaz disse...

Oi, também deixei 300 reais na farmácia mês passado, aí falei com o médico o preço pago e mostrei a nota da medicação, e disse que não teria grana para continuar pois eu estou desempregada. Ele me olhou , olhou a nota, se levantou saiu da sala e voltou com um monte de amostra grátis pra me dar.Acho que ele não tinha noção dom preço dos medicamentos e muito menos da minha situação financeira. Tinha parado com os remédios por 5 anos, mas infelizmente chegou num ponto que senti que não podia continuar sem ajuda médica e retornei. Vou usar medicamentos até me sentir forte o suficiente para parar de novo, mas agora vou pedir ao medico que diminua até eu parar pois na outra vez parei por minha conta e não foi nada bom.é duro gastar um dinheiro suado com remedios, mas temos que fazer isso pelos que nos amam e que não sabem como nos ajudar, mas os remedios podem, então nao tem saída, fé em Deus e bola pra frente, que Deus proverá.
Criei um canal no youtube e estou dando aulas com o artesanato que sei fazer, o Artesanatofofo Aulas e Dicas ( https://www.youtube.com/channel/UC_NjDjGy4NOcZvjxczApvbQ) , foi esta porta que Deus me indicou e estou investindo nela para não pirar. Peça ajuda a Deus Ele te ouvirá amiga. beijos carinhosos Dária vaz

Lenita Vidal disse...

Olá Lucélia, hoje entrei no blog depois de muito tempo, pra ler comentários antigos e peço desculpas, pois somente hoje vi seus comentários e a sua companhia lá no blog!
Como escreveu em seu post, a dor do luto não tem remédio e demora um pouquinho pra amenizar, mas melhora muito, esteja certa.
Quanto aos remédios, não sei o que dizer, mas faça algo que goste muito, só pra você, ler um livro, assistir comédias ou desenhos animados, caminhar, ficar um tempinho do dia só com você!
Tente praticar o não pensamento, respire fundo, observe a natureza, varra a casa, qualquer coisa pra mudar o foco do pensamento ajuda muito também!
Sinto pela sua perda, é dolorido mas logo tudo entra no eixo novamente, não desista e chore a hora que tiver que chorar, isso também ajuda a limpar a alma!
Beijos e um abraço bem apertado pra você!
Lenita (Um dia colorido)